Pancnacity – passeio para reconhecimento de plantas alimentícias não convencionais

Essa florzinha linda dentro da garrafa com água é uma PANC, ou seja, uma planta alimentícia não convencional. Muitas pancs são conhecidas como aquelas plantinhas que nascem em nossos jardins ou vasos de plantas espontaneamente e que arrancamos porque as consideramos “ervas daninhas” ou “matinhos”. O que eu não sabia é que existe uma grande variedade destas plantinhas que são comestíveis e são deliciosas.

pancnacity-agua-com-flores-silvestres

A nutricionista e colunista do Paladar, Neide Rigo, é uma das especialistas e entusiástica sobre o assunto e é no bairro City Lapa em São Paulo que ela promove um passeio tão inusitado como a descoberta dessas nova forma de se alimentar. Um tour pelo bairro em companhia da Neide onde ela mostra que em cada pequeno espaço da cidade, mesmo no cimento, existem plantas que podem ser comidas ou transformadas em deliciosos pratos e também em temperos incríveis.

pancnacity-neide-rigo-flores-comestiveis

Não é em um só dia que você vai se tornar um especialista em pancs e não é essa a intensão do passeio. A ideia é abrir a sua mente e a sua visão para o novo. Um olhar diferente para o que nasce espontaneamente em cada pequeno espaço de terra apesar de todas as dificuldades da cidade.

pancnacity-taioba

Pancs são diferentes dependendo do tempo e do lugar. Um maxixe é considerado uma panc em São Paulo, mas ela é muito comum em outras partes do Brasil, por isso, lá ela é pode ser chamada de panc. Ou seja, não existe uma classificação fixa sobre o que é e o que não é uma panc.

pancnacity-sakuras

O passeio que é feito em grupo passa por volta de 3 horas andando por São Paulo onde reconhecemos, pancs, plantas de todas as especies, flores e frutos.

pancnacity-carpas-no-lago

Nada mal para uma segunda-feira em uma cidade estressante como São Paulo.

pancnacity-cerejeiras-em-flor

As cerejeiras mostram que é inverno. Muito bom se conectar com a natureza da nossa cidade e presenciar os ciclos naturais, mesmo sendo inverno existem flores que só aparecem nessa época do ano.

pancnacity-parque-pelezao

Após 3 horas de caminhada imagina a fome da galera. Voltando do passeio já somos recebidos com um delicioso pão feito com fermento natural e manteiga temperada com flores comestíveis.

pancnacity-manteiga-com-flores-e-pancs

pancnacity-pao-com-fermento-natural

E esse era só um aperitivo. A Neide prepara um almoço sem carne, somente com produtos naturais e com muitas pancs, claro.

pancnacity-amostras-de-pancs

pancnacity-amostras-de-pancs-na-mesa

pancnacity-amostras-de-pancs-sp

pancnacity-azedinha

Ao final do dia uma mesa cheia de amostras de pancs para ficar na memória e para abrir novos espaços em nossas cozinhas.

Aqui tem o post no blog Come-se sobre o passeio em que eu participei e aqui tem o post no blog da Neide Rigo com todas as informações sobre esse passeio.

[sgmb id=”1″]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>